quinta-feira, 24 de março de 2016

Bresser-Pereira, um dos fundadores do PSDB, defendendo Dilma


Ministro nos governos José Sarney (da Fazenda) e Fernando Henrique Cardoso (da Administração Federal e Reforma do Estado e de Ciência e Tecnologia), o economista, cientista político, administrador de empresas e bacharel em direito Luiz Carlos Bresser-Pereira é o entrevistado desta semana do Espaço Público.

Um dos fundadores do PSDB, em 1988, desligou-se da legenda em 2011, sob a alegação de que o partido tornara-se “um campeão do liberalismo econômico”.

Hoje, aos 80 anos, autor de vários livros, Bresser está lançando “A construção política do Brasil”. A obra, que analisa o desenvolvimento do país desde a Independência, trata das coalizões de classe que se sucederam no poder, a última das quais ele diz ter sido desmantelada nos dois últimos anos do governo Dilma, pela falta de crescimento do PIB, restando o ódio dos ricos contra o PT e a presidente. Por isso, ele defende a construção de um novo pacto, com empresários, trabalhadores e setores da baixa classe média.

Luiz Carlos Bresser-Pereira nasceu em São Paulo, em 1934. Além dos cargos de ministro de Estado, foi presidente do Banco do Estado de São Paulo (1983-85) e secretário de Governo (1985-87) na gestão do governador Franco Montoro. Professor emérito da Fundação Getulio Vargas, presidente do Centro de Economia Política e editor da Revista de Economia Política, foi professor visitante na Universidade de Paris I (1978), na USP (2002-2003) e na Universidade Oxford (1999 e 2001). Desde 2003, oferece, regulamente, um seminário de um mês na École d'Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris.

O Espaço Público é apresentado pelos jornalistas Paulo Moreira Leite e Florestan Fernandes Júnior.


Fonte: tvbrasil.ebc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário