sexta-feira, 18 de agosto de 2017

STF prevê gastar até R$ 87 mil com frutas, guloseimas, refrigerantes e muito mais

Fachada do Supremo Tribunal Federal (STF) (Foto: Dorivan Marinho/SCO/STF)

A crise é tanta que o Supremo Tribunal Federal (STF) abriu duas licitações para comprar uns alimentos. No total, prevê gastar até R$ 87 mil. Na primeira concorrência, a Corte vai comprar hortifrutigranjeiros. No extenso cardápio de frutas, alguns itens chamam a atenção pela quantidade. A Corte exige quase 3 mil cocos verdes – com um gasto estimado de R$ 8 mil. Dois mil quilos de laranja-lima custarão até R$ 6 mil. Há também mais de 1.000 abacaxis pérola, cujo custo ficará em torno de R$ 5 mil.

No segundo edital, a lista de pedidos inclui alimentos diversos. Exige, por exemplo, nove tipos diferentes de biscoito e seis de chá, 3 mil latas de refrigerantes e sucos e quase 500 quilos de frios – peito de peru defumado, presunto e queijo. Segundo o edital, os produtos precisam ser de marcas específicas ou, pelo menos, “similares”. Estão na lista Bauducco, Pullman, Nestlé, Coca-Cola, Del Valle, Perdigão e Sadia, entre outras. Como se pode ver, a crise e a falta de dinheiro existem, mas na casa de quem paga os impostos.
Fonte: PE Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário