Rcilca Net


LOTEAMENTO MORADA NOVA


sexta-feira, 30 de setembro de 2016

04 anos de ausência


Dizia o poeta pernambucano Ascenso Ferreira que para o jogador (de baralho e por extensão todos aqueles que disputam contendas) perder ou ganhar não importava muito, fazia parte do jogo, o ruim mesmo era “alisar, ficar de fora das próximas concorrências”.

Assim foi a vida de meu pai, que “jogou” com a vida na maioria do seu tempo de existência terrena. Participava direta e indiretamente de todos os acontecimentos saudáveis na sua pequena cidade e estimulava a mim e meus irmãos sermos também partícipes. Tinha amizades, conhecimentos e transitava com folga em todas as camadas sociais do município, caracterizado pela heterogeneidade social que rege as convivências nas cidades interioranas, exceto aquelas pessoas que se consideram VIPS, ou seja, pessoas que se sentem diferenciadas das demais.

A participação política era uma das suas grandes paixões, tendo sido eleito Vereador nas eleições municipais do ano de 1965. Seu pai, o líder político Pedro Pires, foi seu ídolo maior.

Meu pai, notadamente, tinha preferência pelo “baixo clero”, ou seja, gente menos favorecida, onde ele exercia, da sua maneira, a majestade e sua irreverência como gostava, características estas nunca perdidas. Como símbolo desta opção, vão aqui dois exemplos de acontecimentos vívidos verdadeiramente: há alguns anos, estávamos em uma das filas do caixa eletrônico do banco do Brasil aqui em Tabira. Minha memória fotográfica me perturbava em reconhecer uma senhora que estava na fila vizinha. Sem muito esforço, depois de alguns minutos, a “ficha caiu”. Era a ex-prostituta fulana de tal, agora casada e denominada com seu nome de origem, assim me disseram. Fomos, satisfatoriamente, ao seu encontro, da forma mais discreta e educada possível. Quando da nossa aproximação física, abordagem e carinhosa saudação àquela outrora “jovem mulher da vida”, moradora de um antigo extinto prostíbulo, agora aposentada por invalidez na agricultura, ela foi extremamente afetiva. Sorriu para mim e me fez uma pergunta que ainda hoje “rende” muitas gostosas risadas: é Dr. Marcílio? respondi que certamente. Ela continuou sorrindo e me disse “votei no senhor, foi meu amigo Solon quem me pediu”. Agradeci e lhe disse da satisfação em revê-la, depois de tantos anos. Depois disso, quando nos encontrávamos, no comércio, hospital, postos de saúde, nas ruas e becos de Tabira sempre nos saudávamos carinhosamente. Exemplo maior não poderia ter ,de quem somos e das nossas origens.

Outro caso, folclórico e que também ainda hoje nos delicia dentro do nosso universo de divertimentos, aconteceu no ano de 1973, quando da transferência dos meus pais para a capital pernambucana. Situação financeira das mais difíceis, mas minha mãe, a valente Professora Adelaide Valadares Vieira Pires, sem temer a perigos nem ruínas, resolveu enfrentar o Recife, na sua incansável ideia de uma formação universitária para os filhos. Meu pai Solon era um modesto funcionário da Secretaria de Justiça do Estado de Pernambuco, emprego este conseguido em uma brava luta da minha mãe, junto a antigas amizades. Através de outras amizades e a proteção de um irmão dele, meu pai foi transferido para a Secretaria da Fazenda, aonde passou a receber melhores recursos. Durante este período da transferência, ele teve que fazer um curso de capacitação para a nova realidade a ser enfrentada. Naqueles dias, uma turma jovem de Tabira, estudantes na cidade do Recife, foi visitar “seu Solon”. Chegando lá nos Torrões, bairro aonde residíamos inicialmente, encontraram facilmente nosso apartamento. Havia em casa naquele momento, apenas Marlene, a nossa gerente doméstica e um primo dos Valadares, ávido estudante secundarista, hoje uma autoridade nacional. Quando perguntaram por meu pai, a desinformada do “conteúdo da obra e do curriculum” ,a inocente Marlene, respondeu laconicamente e na maior tranquilidade: seu Solon foi para o curso. Um deles insistiu que estava procurando Solon Pires. Obteve a mesma resposta. Um querido primo ,filho de uma prima do “seu Solon”, encerrou a tentativa da visita do grupo de amigos, com a seguinte afirmativa: desculpe moça, não é esse o Solon que estamos procurando. Para eles, era muito difícil acreditar em ter meu pai como aluno em capacitações.

Foi assim a vida do meu pai, resumida em parte no verso do poeta tabirense maior Dedé Monteiro

Bairrismo e Boêmia

Se ser bairrista é defeito,

Se ser boêmio é pecado,

SOLON foi “um caso sem jeito”

E este chão foi seu “reinado”!

O filho de Pedro Pires

Fez da vida um arco – Iris,

Foi mestre e aprendeu lições,

Tabira foi seu amor

E ele o defensor

Da terra das tradições.

Fonte: Facebook 

Dr. Marcílio Fernando Valadares Pires
Odontólogo & Major da PM-PE





quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Candidato posa para foto exibindo mala cheia de dinheiro no Sertão da Paraíba


Um fato no mínimo inusitado às vésperas das eleições municipais aconteceu no Sertão da Paraíba. Fotos do candidato à vice - prefeito da cidade de Sousa, Ênio Medeiros, mostrando uma mala de sua propriedade com cédulas de R$ 100,00, está circulando nas redes sociais em todo estado.

Em um momento em que o país vem enfrentado uma grande crise econômica, parece não ser problema para o candidato ostentação. Além disso, a nova lei eleitoral limitou os gastos de campanha no país.

As fotos tem chamado muito a atenção na região e gerado diversas críticas ao grupo político da “Cidade Sorriso”, como é chamada o município de Sousa. Há, se só fosse ele!

Fonte: Blog do Cauê Rodrigues 

Arquivo: Marchinhas de Carnaval - Me dá Um Dinheiro Aí

Ângelo abre vantagem de 14 pontos em Sertânia


Do Blog do Magno

O candidato do PSB a prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira, abriu uma vantagem de 14 pontos percentuais sobre o seu adversário, o prefeito Guga Lins, do PSDB, e deve ser eleito no próximo domingo. Se as eleições municipais fossem hoje, o socialista teria 50,3% dos votos ante 36,3% do tucano. Em terceiro lugar, o candidato do Psol, Júlio César, ficaria com apenas 4% dos votos. Brancos e nulos representam 1,4% e indecisos estão na casa de 8%.

Ângelo também lidera na espontânea (46,9%), enquanto o candidato à reeleição registra 36%. Júlio César é lembrado por 2% dos entrevistados. O índice de brancos e nulos permanece 1,4% e os indecisos sobem para 13,7%. Quando é traçado o cenário de rejeição, Guga Lins aparece no topo. Entre os entrevistados, 35,1% disseram que não votam nele de jeito nenhum.  Em seguida, vem Ângelo Ferreira com 26,6%. Já o representante do Psol tem a recusa de 10,9% dos eleitores. Somente 5,4% disseram rejeitar todos os candidatos e 22% afirmaram não rejeitar nenhum deles.

O Instituto Opinião aplicou 350 questionários entre os dias 19 e 20 de setembro nas localidades de Albuquerque Né, Algodões, Alto da Conceição, Alto do Cemitério, Alto do Céu, Alto do Rio Branco, Carolina, Centro, COHAB I e II, Cruzeiro do Nordeste, Ferro Novo, Ferro Velho, Henrique Dias, Imaculada Conceição, Maniçoba, Maria Melo, Moderna, Pedra Grande, Pernambuquinho, Presidente Vargas, Rio da Barra, Rua da Cerâmica, Rua da Cruz, Rua do Juá, Rua dos Currais, Treze de Maio, Umburanas, Valdemar Siqueira e Vila dos Motoristas. O levantamento está registrado no TRE sob o número PE-04871/2016.

A pesquisa conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 5,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificando o levantamento, o candidato do PSB aparece melhor situado entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (54,4%), entre os eleitores com grau de instrução superior (54,5%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e dois salários mínimos (51,4%). Por sexo, 55,6% dos seus eleitores são mulheres e 44,7% são homens.

Já o prefeito aparece melhor situado entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (42,9%), entre os eleitores com grau de instrução entre a 6ª e 9ª séries (42,6%) e entre os eleitores com renda acima de dois salários (50%). Por sexo, 38,2% dos seus eleitores são homens e 34,4% são mulheres.

Gestão reprovada

A consulta também trouxe a avaliação dos eleitores sobre as gestões municipal, estadual e federal. O prefeito Guga Lins tem a desaprovação de 48% e aprovação de 41,7% dos entrevistados. O governador Paulo Câmara (PSB) conta com aprovação de 43,4%, enquanto 33,1% desaprovam. O presidente Michel Temer (PMDB) tem a reprovação de 58,6% e aprovação de 13,1%.

A Semana Continua Violenta, Candidato é morto a tiros e vice-governador é baleado em carreata



Do UOL*, em Brasília

O ex-prefeito e candidato à prefeitura de Itumbiara (GO) José Gomes da Rocha (PTB), o Zé Gomes, foi morto a tiros durante carreata eleitoral nesta quarta-feira (28) na cidade, localizada a 204 quilômetros de Goiânia. O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), participava do ato e também foi baleado. O advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, também foi atingido.

O crime aconteceu por volta das 18h, quando o carro que levava o candidato e o governador em exercício passava pela avenida Modesto de Carvalho, próximo ao bairro Novo Horizonte. O autor dos disparos e um policial militar morreram minutos depois do atentado em tiroteio.

Um vídeo enviado por um internauta ao WhatsApp do UOL (11 95520-5752) mostra o momento em que o servidor público Gilberto Ferreira do Amaral, 53, disparou contra a carreata. É possível ouvir os tiros na avenida repleta de motociclistas, que acompanhavam a carreata com bandeiras.

"Ele dirigia o carro na direção contrária à carreata. Ninguém percebeu o que ele iria fazer até que se ouviu os disparou", afirmou o internauta, que prefere não se identificar. "Deu para ouvir uma sequência muito grande de disparos. Depois, foi à vez de um dos seguranças da carreata reagir e aí teve mais tiros", acrescentou

José Eliton levou dois tiros na região abdominal. O vice-governador passou por uma cirurgia e não corre risco de morte. Ele foi levado de helicóptero a Goiânia, e será internado no Hospital de Urgências Doutor Otávio Lage de Siqueira. Célio Rezende está sendo transferido para o mesmo hospital que atende o governador em exercício.

O atirador era auxiliar de serviços gerais da Secretaria Municipal de Saúde de Itumbiara. No crime, ele usou uma pistola 40 mm. O cabo da Polícia Militar que morreu no tiroteio, Vanilson Rodrigues, fazia a segurança do evento.

O delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, afirma que ainda não se sabe a motivação do crime. "Fizemos a perícia no local e no carro do atirador, mas ainda não há pistas do que pode ter motivado o crime."

Pelo menos outros cinco candidatos a prefeito ou vereador foram mortos durante a campanha das eleições 2016.


 Ex-prefeito e candidato

José Gomes da Rocha, o Zé Gomes, tinha 58 anos e era considerado um dos mais ricos políticos do interior goiano. Zé Gomes indicou à Justiça Eleitoral ter patrimônio de R$ 111 milhões, formado em sua maioria por fazendas.

Chamado de "Maluf de Itumbiara" por uma série de acusações, o candidato tentava voltar ao comando da prefeitura, que chefiou de 2005 a 2012. Nestas eleições, ele conseguiu montar uma coligação de 14 partidos, incluindo o PT, o PMDB e o PSDB.

De acordo com a pesquisa eleitoral mais recente, divulgada na terça-feira (27), Zé Gomes ganharia as eleições. O levantamento feito pela Dados Folha apontava que 63,8% do eleitorado iria votar em Zé Gomes. Atrás dele estão Álvaro Guimarães (PR), que tem 17,6% das intenções de voto, e Cesinha (PDT), que tem 3%.

A pesquisa foi feita entre os dias 19 e 22 de setembro, e entrevistou 500 pessoas. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%.

Clima de incerteza

Itumbiara é uma cidade do interior de Goiás, perto da divisa com Minas Gerais. Segundo dados do IBGE, de 2013, o município tem 98.484 habitantes. Deles, 67.122 votarão nas eleições deste ano.

O candidato do PDT era apoiado pelo atual prefeito de Itumbiara, Chico Balla (PDT), que segundo o secretário de comunicação, José Ronaldo Borges, cedeu espaço da reeleição para que Zé Gomes se candidatasse. "Ele tinha uma popularidade muito forte em Itumbiara e era um líder político do grupo ao qual o prefeito também faz parte", disse.

O clima na cidade, segundo Borges, é de consternação. Por isso, ainda não foi discutido os desdobramentos das eleições. "É difícil dizer quais são os desdobramentos. O amanhã é uma incógnita."


Vice-governador está internado

José Eliton de Figuerêdo Júnior, baleado nesta terça-feira durante carreata em Itumbiara, tem 44 anos e está em seu segundo mandato como vice-governador de Goiás. Ele está internado e não corre risco de morte, segundo a secretaria estadual de Saúde.

Eleito pelo DEM em 2010 na chapa de Marconi Perillo, o goiano nascido em Rio Verde já trocou de partido duas vezes ao longo dos últimos anos, tendo também passado pelo PP e entrado para o PSDB em 2015.

A mudança mais recente de partido de Eliton é apontada como um dos sinais de que ele será candidato ao governo do Estado em 2018, com o aval do atual governador. Na cerimônia de filiação ao PSDB, Eliton recebeu inúmeros elogios de Perillo e também de Aécio Neves, presidente da legenda.

Repercussão

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), está em viagem aos Estados Unidos, e já anunciou a volta imediata ao país, além de algumas medidas emergenciais.

Entre elas, o governador determinou o deslocamento imediato, para o município de Itumbiara, do comandante-geral da Polícia Militar do Estado, coronel Divino Alves de Oliveira, e do delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Álvaro Cássio dos Santos, para o acompanhamento das investigações para o esclarecimento do atentado.

Também houve a recomendação para que o presidente da Assembleia Legislativa, Helio de Sousa (PSDB), assumisse o comando do Poder Executivo até o retorno do governador ao Brasil. O deputado estadual assumiu interinamente como governador em exercício.

Minutos após a notícia do atentado ser divulgada por blogs e sites de Goiás, políticos do Estado manifestaram o pesar pela morte de Zé Gomes.

"É uma tragédia que choca a todos nós goianos", afirmou em nota o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado.

Principal rival de Zé Gomes nesta eleição, Álvaro Guimarães (PR) divulgou nota de pesar na noite desta quarta.

BANDIDO MORRE AO TENTAR ASSALTAR POLICIAL MILITAR



Ex-presídiario José Edson Chagas,
vulgo “Manteiga” de 28 anos
No início da noite desta quarta-feira (28) um policial militar estava com o seu veículo Golf branco estacionado na Rua Aspicueta Navarro, no bairro Maurício de Nassau, quando foi surpreendido com a chegada de dois meliantes em uma moto que anunciaram o assalto, tendo o garupa da motocicleta sacado um revólver e indo em direção ao policial que reagiu e atirou nos dois bandidos, o condutor da moto mesmo ferido na barriga, jogou o capacete no chão e saiu correndo se embrenhando num matagal que fica próximo, o outro tombou sem vida no local e trata-se do ex-presidiário, José Edson Chagas, vulgo “Manteiga” de 28 anos, que morava no Loteamento Deus é Fiel, na cidade de Toritama. Ao lado do carro do PM, além do corpo estendido do marginal, ficaram a moto dos assaltantes, uma CG Titan preta, placa OYU-6285 e um revólver calibre 38 com seis munições, sendo duas pinadas.


O delegado do plantão Dr. Bruno Bezerra, foi ao local com a equipe da DEAH (Divisão Especial de Apuração de Homicídios), onde conversaram com o policial e fazendo uma pesquisa descobriram que o José Edson já foi preso várias vezes, a maioria delas por assalto a mão armada. O delegado informou que solicitou o comparecimento do PM a Delegacia de Homicídios para colher o seu depoimento e que a Polícia Civil irá instaurar um inquérito para investigar o caso, mas a priori não vislumbra nenhuma culpa no policial que matou para não morrer. O corpo do marginal foi encaminhado para o IML local.

Fonte: www.agresteviolento.com.br

Presidiário comete suicídio na cadeia pública de Tabira


Durante rondas, a GT da cidade de Tabira foi solicitada pela guarda da Cadeia Pública a qual informou que à vítima E.M.S., de 20 anos, detento da referida cadeia, havia cometido suicídio por enforcamento no interior da cela quatro (04).

Ao chegar à cadeia, o policiamento averiguou com outro detento, que se encontrava na cela com à vítima, o qual informou que ao acordar para ir ao banheiro, viu o companheiro de cela pendurado pelo pescoço por um lençol amarrado na grade da janela e que em seguida chamou o policiamento de guarda da cadeia.

Ao entrar na cela o policiamento constatou que a vitima já estava sem os sinais vitais. A ocorrência foi repassada para à DP local para serem tomadas as medidas legais.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Um Grande Livramento ao Candidato a Vereador de Tabira



Por volta das 13h00min de ontem terça-feira dia (27), O candidato a uma vaga na Câmara de Vereadores de Tabira – PE, Eraldo Moura, transitava dirigindo a sua moto na Avenida Raul Pereira Amorim, Centro da pacata cidade de Tabira – PE. Quando escutou um barulho, em frações de segundos Deus protegeu Eraldo de ser esmagado por um poste, que veio a cair encima da sua moto.

Leia a seguir com mais informações deste acidente, Registro de Ocorrência realizada pelos policiais em serviço da ROCAM.


Ao realizar rondas na cidade a equipe da ROCAM se deparou com um acidente de trânsito, onde um caminhão Volvo FH 12420, de cor prata, placa KFY 1481, da empresa CPM construtora LTDA que transportava uma retro escavadeira, era dirigido pelo envolvido Três (03) B. J. S., 32 anos, casado, motorista, Residente no centro de  Jupi-PE., o qual ao chegar próximo a Loja Mega Modas, a retro escavadeira bateu em um cabo de aço da empresa Oi, vindo a derrubar dois postes da Celpe, onde um desses postes atingiu a moto Honda BIZ, de cor verde, ano 2004, placa KGQ 3912 na qual estavam as duas (02) vítimas, A. E. C. M., 38 anos, casado, vendedor, e E. L. A. S. M., 38 anos, casada, Agente de saúde, Residente no Bairro de Fátima I, Tabira – PE, que passavam pelo local naquele momento.

As vitimas foram socorridas para o hospital local sofrendo apenas ferimentos leves, a ocorrência foi repassada a DP local.




População em Geral Atento as Recomendações do Ministério Público de Tabira


Prezados,

Para conhecimento, na presente data, esta Promotora de Justiça, com atuação na 50ª Zona Eleitoral de Pernambuco, com sede em Tabira e atuação em Tabira, Ingazeira e Solidão, expediu a Recomendação n.º 007/2016 orientando os partidos políticos, candidatos e eleitores sobre as permissões e proibições nessa reta final das eleições municipais de 2016.

Para os eleitores e população em geral, foi destacado que o dia 1º de outubro é o último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre às 8h e 22h, sendo o último dia também, até às 22h, para a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata ou assemelhado, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos.

Já no domingo, dia da eleição, é permitido aos eleitores a manifestação individual e silenciosa por partido político, coligação ou candidato. No entanto, até o término da votação, não é permitida a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, bem como, com bandeiras, broches, dísticos e adesivos que caracterizem manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos. É proibido ainda no recinto da urna que o eleitor porte aparelho de telefone celular, máquina fotográfica, filmadora, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto.

Ressalta, ainda, a Recomendação, que no dia da eleição, constitui-se crime o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício, carreata ou assemelhado, a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos, bem como, é proibido o derrame ou a anuência do derrame de material de propaganda no local de votação ou nas vias próximas, ainda que realizado na véspera da eleição, configurando propaganda irregular, sujeitando-se o infrator à multa, sem prejuízo da apuração do respectivo crime.

Por fim, registro que a referida Recomendação foi publicada no Diário Oficial no Caderno do Ministério Público (27/09/2016) e encaminhada para os partidos políticos e coligações para que tomem conhecimento das prescrições específicas aos candidatos.

Atenciosamente,

Manoela Poliana Eleutério de Souza
Promotora de Justiça de Tabira

É preciso enxugar regalias dos professores para equilibrar cofres de estados e municípios, diz governo federal


“Eles têm férias de 45 dias, aposentadoria especial, descanso pedagógico, piso nacional e até lanche grátis”. Que outro trabalhador possui tantas regalias? É preciso enxugar tudo isso ou o país continuará quebrado”, dizem burocratas do MEC.

Desde que assumiu ilegitimamente a presidência da república, Michel Temer mira seus canhões no setor público do país. Não à toa, sua principal medida até aqui é a edição da PEC 241, que limita os gastos nessa área por 20 anos. Isto traz impactos muito negativos para o funcionalismo da União, estados e municípios, que poderá ficar com salários congelados por duas décadas.

Nessa linha de ataques ao setor público, o governo federal começa a fazer dobradinha com prefeitos e governadores no sentido de atingir ainda mais negativamente o pessoal do magistério. Segundo técnicos do MEC, redes estaduais e municipais de educação são gigantes demais e consomem muito dinheiro de estados e municípios. “É preciso enxugar, pois 12 estados cogitam declarar calamidade financeira”, alardeiam no site da Agência Brasil.

Uma das principais saídas em discussão entre Temer e gestores de estados e municípios é o “enxugamento” de supostas regalias dos professores. “Eles têm férias de 45 dias, aposentadoria especial, descanso pedagógico, piso nacional e até lanche grátis”. Que outro trabalhador possui tantas regalias? É preciso enxugar tudo isso ou o país continuará quebrado”, dizem burocratas do MEC.

As representações dos educadores, no entanto, ponderam que o problema é outro.

“Temer que enxugar o setor público para fazer caixa e manter com ainda mais privilégios meia dúzia de grandes empresários e banqueiros que financiaram o golpe de Estado contra a presidenta Dilma Rousseff e o povo brasileiro”, declara a professora Ana Beatriz, de Brasília.

Para combater mais arrocho, CUT e CNTE preparam uma greve geral em todo o país. “Temer e aliados devem fazer enxugamento é nos lucros dos ricos que se acham donos do Brasil”, alertam muitos sindicalistas. Mídia Popular Créditos: Fábio Assunção.

Fonte: tabiraemdebate.com.br

terça-feira, 27 de setembro de 2016

A SEMANA CONTINUA VIOLENTA, HOMEM É ASSASSINADO A TIROS NO BAIRRO BARREIROS II DE TABIRA


A GT foi informada pela Central de Operações, a qual informou que na estrada que liga Barreiros II ao povoado de Araras, havia um corpo prostrado sobre o solo. O policiamento chegando ao local constatou a veracidade do fato.

O corpo se encontrava em decupto dorsal, apresentando duas (02) perfurações na nuca e uma (01) na região do glúteo, causadas por arma de fogo.

Os pés da vítima J. A. S, 21 anos, Amasiado, Profissão N/I se encontravam amarrados. A equipe isolou o local até a chegada da polícia Civil, que conduziu o corpo até o hospital local, sendo transferido para o IML de Caruaru-PE.

A ocorrência foi repassada à disposição da DP local para as providências cabíveis. Com a vítima foi encontrado um (01) celular Samsung, cor branca, um (01) chaveiro com uma chave gold, um (01) coração com a esfinge do Padre Cícero, uma (01) mola-armador em miniatura e R$1,90. Todo esse material foi entregue na DP para investigação.